28 maio 2007

O ontem e o hoje

Por causa de umas arrumações (e desarrumações) vieram para a luz do dia algumas reliquias do passado (do ontem). Um ursinho com 30 anos, já gasto e coçado devido ao muito bom uso que teve nas minhas mãos e uma roca do F., de família, com 40 e muitos, cheia de mossas e algumas dentadas. Mas o mais encantador foi folhear o livro com que o F. aprendeu a ler, o preciosismo das ilustrações que já não se vêm hoje em dia, a divisão notória da divisão de tarefas menino/menina, a exemplificação da aritmética, as folhas com cantos puídos, manchados e com riscos, frutos de uma aprendizagem ávida e intensa. Muitos anos depois, numa tarde de domingo, outras mãos percorreram, leram e deliciaram-se com as imagens e os textos, uma e outra vez, do livro engraçado do pai.


(mais fotos no flickr)

Este gatinho (do hoje) prontificou-se com muito agrado mas alguma vergonha para servir de modelo aos ganchinhos mini que vão para a cabecinha de uma menina muito, muito linda.

7 comentários:

alice disse...

É tão bom quando encontramos coisas que nos fazem lembrar o passado...
Os ganchinhos estão lindos.
Beijinhos e boa semana
Alice

alice disse...

É tão bom quando encontramos coisas que nos fazem lembrar o passado...
Os ganchinhos estão lindos.
Beijinhos e boa semana
Alice

sónia disse...

Os ganchinhos estão muito bonitos.
Bjs
Sónia

Edien disse...

Tudo lindo!

VerdeBlue disse...

São de facto, preciosidades!
Pela beleza e pela carga afectiva q têm...
E os ganchos: uma ternura!
beijocas****

Gezinha disse...

Os ganchinhos estão lindos.
É bom achar coisas perdidas do ontem...rs
Beijos

VerdeBlue disse...

Olá!
Deixo beijocas p toda a família e p este ursinho envergonhado ;)
e agradeço os comentários que deixas no meu cantinho! :D
******